Untitled Document
Login
  • 1

    Panoramica de Lanhelas - Sul
  • 3

    Panoramica de Lanhelas - Norte
  • 4

    Panoramica de Lanhelas - Centro
  • 5

    Parque Antonio Correia Anhas - Junto ao Estadio do LFC e Cruzeiro da Independencia
  • 6

    Estadio do Lanhelas Futebol Clube
  • 7

    Cruzeiro da Independencia
  • 8

    Jardins de Sao Gregorio
  • 9

    Capela do Senhor do Calvario (Capela do Senhor da Saude)
  • 10

    Espantalhos no Dia Mundial da Criança
  • 11

    Festividades junto ao rio Minho
  • 12

    Paisagem junto a margem do Rio Minho
  • 13

    Bar e zona de lazer junto ao rio Minho
  • 14

    Lanhelas vista do rio Minho
Início Associações
a
Fale Connosco
Coloque aqui qualquer questão que pretenda à Junta de Freguesia de Lanhelas.



Mensagem do Presidente
Associações



NOME CIENTÍFICO: Corema album (L.) D.Don
NOME COMUM: Camarinha, Camarinheira
FAMÍLIA: Empetraceae
GÉNERO: Corema D.Don

A COREMA – Associação de Defesa do Património, sediada em Lanhelas, nasceu em 1988, afirmando-se a sua constituição dramaticamente oportuna face à urgência de empreender uma acção que estancasse o abastardamento, em marcha, dos valores naturais e culturais da Ribeira Minho. Alguns dos seus fundadores tinham já participado nas lutas ambientais nacionais e locais, destacando-se, nestas últimas, a defesa do Rio Minho e da Mata Nacional do Camarido. O carácter emblemático de que se revestiu a conservação deste pinhal ficou bem vincado na escolha do nome da associação, feita a partir da designação científica da planta dunar que o baptizou – a camarinheira ("Corema album").

     A COREMA foi uma das primeiras associações a inscrever-se no Instituto Nacional do Ambiente; é membro fundador da Confederação Portuguesa das Associações de Defesa do Ambiente e integra os seus Corpos Directivos desde 1995, pertencendo ao Conselho Executivo; integra a Plataforma Ecologista Luso-Galaica, da qual foi membro fundador, em 1994; em representação das Organizações Não Governamentais de Ambiente, é membro efectivo do Conselho de Bacia do Minho, desde 1994; pertence ao Conselho Cinegético Municipal de Caminha, desde 1990; é coordenador regional (de Caminha à Póvoa de Varzim) do projecto COASTWATCH EUROPE. Fez parte da Assembleia do Agrupamento de Escolas "Coura e Minho" e integrou a Comissão de Acompanhamento do Aterro Sanitário de S. Pedro da Torre (Valença).

     A COREMA foi, recentemente, eleita representante das Organizações Não Governamentais de Ambiente (ONGA), através de votação nacional das ONGA inscritas no Instituto do Ambiente, nos seguintes organismos: Conselho Nacional do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (para o triénio entre 2004 e 2007) e Comissão Mista de Coordenação para a Elaboração do Plano de Ordenamento da Paisagem Protegida do Corno de Bico.




     A Banda de Musica de Lanhelas foi fundada oficialmente a 1 de janeiro de 1850. Existem no entanto alguns relatos da existência da chamada então “Musica de Lanhelas” cerca de 20 anos antes desta data. Pela Banda passaram ainda alguns ilustres maestros como por exemplo Joao José da Costa ou o José Alves (conhecido como Tenente Alves) que dirigiram a banda até aos anos 70.

     Mais recentemente a banda foi dirigida pelo maestro José Pedro de Viana do Castelo, pelo maestro Mota Gomes que estiveram mais de 10 anos na Direcção Musical. Por último dois maestros espanhóis: César Perez e Feliciano até ao ano de 2003. Actualmente a Banda e dirigida pelo maestro Márcio Pereira, natural da Freguesia de Lanhelas. Após a saída do maestro José Pedro a Banda viveu um período algo conturbado mas a chegada do maestro Armindo Mota Gomes (sargento ajudante da Banda da GNR) trouxe novo alento e nessa altura a Banda conheceu uma enorme evolução musical.

     Nos 10 anos que dirigiu a Banda, com uma presença notável e um tratamento exemplar, conseguiu colocar a Banda ao nível dos melhores agrupamentos do género no nosso país, nível esse que tem vindo a manter e melhorar desde entao.




Lanhelas Futebol Clube






São um grupo de amigos que têm em comum o BTT e que os diverte ao máximo, pertencem a duas freguesias Lanhelas/Caminha e Gondarém/V.N. de Cerveira, do Distrito de Viana do Castelo.
Para mais informações visite o blogue em http://osfuramontanhas.blogspot.pt/

 

                                         
                   CASA DO POVO DE LANHELAS


 


A Casa do Povo de Lanhelas foi fundada em 1939, e a sua sede situa-se na Rua Ilídio Couto.
No início do projeto tinha como principais funções a cooperação social, a representação profissional dos trabalhadores agrícolas por conta de outrem e a previdência e assistência na saúde. Neste âmbito desenvolvia atividades de promoção social, cultural, moral, profissional e a valorização física dos seus associados.
 Atualmente a instituição atua na vertente social, cultural, desportiva e recreativa sendo equiparada a uma Instituição Particular de Solidariedade Social, desenvolvendo atividades nas áreas de Creche, Jardim-de-Infância e Centro de Dia, dispondo também de outros serviços, como Enfermeiro e Psicóloga.
No ano de 1987 foi construído um novo edifício na Rua da Liberdade, para albergar as novas valências de Jardim de Infância e Creche. Estas instalações encontram-se devidamente preparadas, em termos organizativos e pedagógicos, estando equipadas para receber crianças, desde os 4 meses até aos 6 anos de idade. Funcionando em estreita colaboração com a restante Comunidade Educativa, assegurando a educação, alimentação e transporte das crianças que frequentam esta Institução.
As salas têm amplas janelas que comunicam diretamente com o recreio, beneficiando de boa exposição solar e iluminação. Além disso, prporcionam amplos espaços interiores e um agradável espaço exterior, com boas acessibilidades e facilidade de estacionamento. 
Dispõe também de atividades de enriquecimento do currículo, como Língua Inglesa, Expressão e Educaçõa Física-Motora e Música.
As refeições são confecionadas pelos nossos profissionais de cozinha, com base em ementas pré-definidas por profissionais na matéria, procurando assim ter uma alimentação cuidada e equilibrada ao longo das semanas.
Existe um gabinete de Psicologia na sede da Instituiçaõ para avaliação e acompanhamento de crianças com necessidades na área da Psicologia e Terapia da Fala.
A base de todo o trabalho realizado pelas educadoras assenta nas premissas: saber pensar; criar; inovar; construir conhecimentos; e participar ativamente no seu próprio conhecimento.
É importante salientar a interação existente entre educadoras, crianças e famílias. Nesse sentido o trabalho realizado vai, certamente, de encontro aos interesses das nossas crianças.
O Centro de Dia, tem com principais objetivos assegurar aos idosos e respetivas famílias a satisfação das suas necessidades básicas, contribuindo assim para a melhoria das suas condições de vida. Fomentando as relações interpessoais entre idosos e entre vários grupos etários, evitando o seu isolamento.
Também dispõe de atividades de animação sociocultural, nomeadamente festas, convívios, bailes, palestras, passeios e exposições, assim como, atividades manuais como pintura, artesanato, croché e atividades teatrais e físicas.
Ao longo do ano a Institução realiza eventos para angariação de fundos, extensos a toda a comunidade como a Desfolhada, o Almoço convívio de Natal, o Almoço de Páscoa e a participação na Feira Medieval.
O compromisso da Instituição está relacionado com a educação e cidadania e, consequente inserção social de crianças, jovens, adultos e idosos na sociedade.
A nossa meta é viver o Presente e construir o Futuro.


                


                            Texto e imagem da responsabilidade da Direção
                                                           2014


 

Untitled Document

2015-10-16

Edital da pesca profissional para o Rio mInho

2015-10-08

Seguranaa e Saude no Trabalho - Sector da Pesca

2015-09-24

Edital - Definicao da Cartografia do Baldio





N de Visitantes:
© 2018 Freguesia de Lanhelas, Todos os direitos reservados
Desenvolvido por: BSdigital.pt